Docinho low carb: adoçantes permitidos na dieta de baixo carboidrato

O açúcar é um dos ingredientes mais utilizados no dia a dia. Seja para adoçar um café ou acrescentar em uma receita, o açúcar está sempre presente. Porém, apesar de trazer o sabor doce tão gostoso, o consumo de açúcar está relacionado a diversos prejuízos para a saúde e por isso não é permitido na dieta low carb.

Mesmo sendo a principal fonte de glicose para o corpo e contendo algumas vitaminas e sais minerais, o excesso de açúcar, algo comum, pode causar diabetes, colesterol alto, gastrite e muitos outros problemas de saúde. No entanto, não é necessário retirar o docinho da dieta, já que existem diversas opções de adoçantes low carb.

Leia mais: Low carb e diabetes: conheça os benefícios da dieta

O que é um adoçante low carb

Ao contrário dos açúcares processados, os adoçantes permitidos na dieta low carb são naturais. Essas opções são de baixo índice glicêmico e quantidade de carboidratos, especialmente quando comparadas ao açúcar cristal comum.

Por isso, essas opções são excelentes para pessoas que desejam eliminar o consumo de açúcar sem abrir mão de ter o sabor doce no dia a dia. Para diabéticos, esses adoçantes, assim como a dieta low carb em si, podem ajudar no tratamento da doença.

É importante lembrar sempre que os doces e o hábito de adoçar fazem parte da sociedade, mesmo que não sejam saudáveis. Assim, esses adoçantes low carb são essenciais para que a pessoa que decide não consumir açúcar também se sinta parte desses momentos sociais.

Atualmente, existem diversas opções de adoçantes low carb no mercado, como o xilitol, a stevia e o eritritol.

Xilitol

Foto do mousse de chocolate low carb

O xilitol é um adoçante low carb e natural encontrado em diversas espécies vegetais, como framboesa e ameixa. No quesito sabor, o xilitol é tão doce quanto a sacarose, mas possui um índice glicêmico dez vezes menor que o açúcar comum.

Esse adoçante também é um excelente ingrediente para receitas, já que ele não tem um sabor residual e pode ser submetido a temperaturas altas. Assim, ele é perfeito para quem se aventura no mundo das sobremesas e também para quem costuma adoçar o café, chás e sucos.

Além disso, o xilitol pode trazer diversos benefícios para a saúde que vão desde a diminuição do aparecimento de cáries até a prevenção de infecções pulmonares. O adoçante também pode ser um aliado do sistema de defesa do corpo e do tratamento de lesões renais.

No entanto, o excesso de xilitol pode ser prejudicial e o recomendado é que não seja consumido mais do que 60 gramas por dia. O xilitol é o adoçante utilizado na Comida Boa, estando presente nos nossos bolos e doces.

Stevia

Cocadas encobertas com coco ralado, servidas em um prato branco.

Facilmente encontrada nos supermercados, a stevia é um adoçante low carb natural proveniente da planta Stevia rebaudiana, um arbusto originário da Serra do Amambai, localizada no Mato Grosso do Sul. As propriedades adoçantes da stevia não são novidade, já que a planta era utilizada pelos indígenas guaranis para adoçar os remédios.

Quando comparada ao açúcar comum, a stevia tem capacidade para adoçar 200 ou 300 vezes mais, mas com o índice glicêmico igual a zero. Além de adoçar, a stevia também é uma fonte de zinco, vitamina C, vitamina A, proteínas, potássio, fósforo, magnésio, ferro, cálcio e fibras. 

Contudo, a stevia pode não agradar todos os paladares, devido ao seu sabor amargo que pode se sobressair, especialmente se usada em grandes quantidades. É importante lembrar que a stevia é um adoçante forte, então deve ser utilizada em quantidades menores do que açúcares comuns.

Eritritol

Cheese cake low carb com cobertura de frutas vermelhas

Assim como o xilitol, o eritritol é um álcool de açúcar, ou seja, uma molécula química que é uma “híbrida” de álcool e açúcar que pode ser encontrada em frutas. Industrialmente, o eritritol é obtido a partir da fermentação da sacarose, tendo a mesma capacidade de adoçar que o açúcar comum, porém com um índice glicêmico igual a zero.

A principal vantagem do eritritol é o seu sabor neutro, permitindo o uso desse adoçante em diversas receitas e bebidas. Em comparação ao xilitol, o eritritol é o que causa menos desconforto em pessoas com o sistema digestivo sensível. 

Por mais que os adoçantes low carb apresentem diversas vantagens, é essencial buscar a orientação de uma nutricionista para avaliar qual que se encaixa melhor ao que o seu corpo precisa.


Atenção: os resultados divulgados no blog Comida Boa podem variar de pessoa para pessoa. É imprescindível consultar seu médico ou nutricionista antes de iniciar uma dieta. Cuide bem da sua saúde!

Este artigo foi escrito com auxílio da nutricionista e criadora da Comida Boa, Bia Nunes.

Ficou com alguma dúvida? Conta para gente nos comentários!

Refeições low carb

Seguir um estilo alimentar restritivo pode parecer entediante no longo prazo. Porém, é só acrescentar um pouco de criatividade e pronto: surge um cardápio low carb cheio de variedades.

A melhor parte: as refeições low carb não precisam ser complicadas. Com os ingredientes certos, é possível fazer pratos deliciosos e fazer combinações criativas dentro da sua rotina.

Nós, da Comida Boa, também estamos aqui para te ajudar nessa missão com nossas marmitas low carb. Ter sempre pratos congelados em casa faz com que a sua alimentação tenha uma variedade de alimentos sem abrir mão da praticidade.

Pensando nisso, reunimos dicas de pratos low carb para refeições saudáveis, práticas e criativas no seu dia a dia.

Café da manhã low carb

Pão low carb com sementes

Café da manhã é sinônimo de pão para a maior parte das pessoas. Mesmo na low carb, ainda é possível começar o dia com pão e acompanhamentos como peito de peru, requeijão integral e ovos mexidos.

Para isso, é só trocar o pão tradicional pelas diversas opções de pão low carb. Na Comida Boa, temos pães com diferentes texturas e sabores, de forma que fica mais difícil cair na mesmice e enjoar da low carb. O pão com gergelim, por exemplo, é mais crocante do que o pão de leite, que é mais macio e leve.

Além disso, existem alternativas para o pão, como o snack de sementes e castanhas. Para quem gosta de começar o dia com algo mais doce também, os cookies e a granola doce low carb são excelentes alternativas.

Conheça: Pães low carb e sem glúten da Comida Boa

Almoço low carb

O almoço é a refeição que muitos preferem que seja a mais “forte” do dia, então a primeira alternativa sempre é a carne vermelha. No entanto, uma alimentação balanceada combina diferentes tipos de fontes de proteína.

Sendo assim, o ideal é equilibrar os pratos com carne, frango, peixes e até mesmo vegetarianos. O melhor acompanhamento sempre vai ser uma boa salada de vegetais e legumes que crescem acima do solo, como brócolis, tomate, abobrinha e folhas em geral.

Também é interessante pensar no que compõe o prato e como os ingredientes se encaixam no seu dia. Para dias quentes, o peito de frango ao creme de limão com espaguete de legumes é uma excelente alternativa por ser um prato leve e refrescante. Já para dias que pedem uma refeição com sabores intensos, a maminha assada na manteiga ao molho de funghi seco com legumes combina muito mais.

Jantar low carb

O jantar é uma refeição mais suave, que prepara o corpo para a noite de sono. Uma torta de frango ou a torta de couve-flor recheada com brócolis e queijo gruyére são opções com a massa leve para esse momento do dia.

Outras possibilidades são os espaguetes e risotos feitos com palmito de pupunha, que são extremamente delicados e bem temperados. Para dias frios, uma sopa low carb também é uma boa escolha.

Leia também: Como planejar uma dieta de sucesso

Salgados low carb

Coxinha de frango com farinha de linhaça

Também existem ótimas opções de salgados low carb para o seu lanche. Um deles é a coxinha de frango, preparada com farinha de linhaça. Outro sucesso são as pizzas low carb, de massa leve e crocante.

Com essas releituras, é possível comer salgados que, normalmente, não são low carb sem fugir da dieta. São versões saudáveis, práticas e deliciosas que podem colorir o seu dia a dia.

Doces low carb

Foto do mousse de chocolate low carb

Na rotina, sempre vem aquela vontade de comer doce. Nesses momentos, uma fatia de bolo low carb ou um mini bolo low carb sempre caem bem. Outros clássicos são o brigadeiro e o beijinho, talvez até uma cocada para quem prefere um doce mais crocante.

Para quem prefere um doce para refrescar o paladar, o manjar de coco com calda de ameixa e o mousse de chocolate são excelentes escolhas. Também é possível fugir da rotina com o cheese cake low carb, que é a melhor escolha para permanecer na dieta e ainda se deliciar com um doce tradicional.


Atenção: os resultados divulgados no blog Comida Boa podem variar de pessoa para pessoa. É imprescindível consultar seu médico ou nutricionista antes de iniciar uma dieta. Cuide bem da sua saúde!

Este artigo foi escrito com auxílio da nutricionista e criadora da Comida Boa, Bia Nunes.

Ficou com alguma dúvida? Conta para gente nos comentários!

Pão low carb: uma alternativa para emagrecimento e doença celíaca

Alternativas deliciosas para criar um hábito saudável de consumo de pão low carb

Quando se fala em café da manhã, a primeira imagem que vem na mente de muitas pessoas é a do pão. Do pão francês ao pão integral, esse alimento faz parte do cotidiano brasileiro.

No entanto, o pão tradicional não é a escolha mais saudável para quem deseja seguir a dieta low carb. Por ser rico em carboidratos, o pão é sempre o inimigo da perda e da manutenção do peso.

Com todos esses prejuízos, o mais lógico seria eliminar de vez o pão da nossa alimentação, mas não é necessário chegar nesse ponto. Existem alternativas de pão low carb deliciosas, saudáveis. 

Conheça: Pães low carb e sem glúten da Comida Boa

E o glúten?

Toda receita de pão tradicional leva farinha de trigo, mas não é necessariamente o trigo que faz o pão crescer fofinho. Essa função é do glúten, uma proteína presente também em outros cereais, como o centeio e a cevada.

Quando a massa do pão é sovada, são criadas redes de glúten que conferem elasticidade ao alimento. Assim, o pão e outras preparações com trigo, como bolos, crescem e ficam extremamente macios.

No geral, o glúten está presente em alimentos ricos em carboidratos feitos com cereais. Por essa associação, ele também não é consumido na dieta low carb, que restringe os carboidratos na alimentação.

Nem por isso o pão sem glúten deixa de ser fofinho e macio. Com outras combinações de ingredientes, é possível replicar a ação do glúten em receitas livres de carboidratos e igualmente saborosas.

Celíacos e low carb

Para além da relação com carboidratos, comer um pão tradicional pode desencadear uma reação do sistema imunológico em pessoas com doença celíaca. Essa condição faz com que o intestino não aceite o glúten, causando dores, inchaço e diarreia.

Logo, celíacos devem ficar longe do glúten em qualquer situação e ambiente. Nesse caso, até mesmo o contato indireto, resultante da contaminação cruzada, com o glúten é prejudicial.

Em um exemplo simples, se um celíaco compra um produto zero glúten no mercado, mas na fábrica são preparados outros produtos com glúten, pode ter acontecido uma contaminação indireta.

Como as fontes de glúten não são consumidas na low carb, esse estilo de alimentação pode trazer diversos benefícios para pessoas com doença celíaca. Na Comida Boa, todas as receitas são livres de glúten e preparadas em um ambiente que nunca foi contaminado com glúten.

Mesmo sendo celíaco, é possível sonhar com um pão sem glúten fofinho para o seu café da manhã e que não vai causar nenhum efeito negativo no seu corpo ao longo do dia. De quebra, esse pão vai ser um pão low carb e cheio de ingredientes benéficos para a sua saúde.

Leia também: Como começar a dieta low carb: guia completo

Farinhas para substituir o trigo

No final das contas, todos esses aspectos negativos do pão são causados por apenas um ingrediente: a farinha de trigo. Então, para criar o pão low carb e sem glúten perfeito, é necessário buscar outras farinhas para substituir o trigo.

Alguns dos principais tipos são:

Farinha de amêndoa

Uma farinha rica em vitamina E, um antioxidante que protege as células de danos. A amêndoa também ajuda no controle do colesterol e no transporte de vitaminas.

Na Comida Boa, é utilizada nos pães, nos bolos, no cookie de amêndoa, nas pizzas e na torta de couve-flor recheada com tomate e mussarela.

Farinha de chia

Muito utilizada em preparações veganas para substituir o ovo, esta farinha também é rica em antioxidantes. Além disso, também é composta por diversos ingredientes benéficos, como fósforo, magnésio, potássio e vitaminas.

Nosso snack de sementes contém chia e diversas outros tipos de sementes.

Farinha de linhaça

A linhaça dourada é rica em ômega-3, que ajuda a reduzir os diversos processos inflamatórios. Para completar, é composta por diversas substâncias que estimulam a saciedade, colaborando no emagrecimento.

A farinha de linhaça está presente nos pães, na coxinha low carb de frango e no quiche de alho-poró.

Farinha de castanha de caju

Ideal para bolos, a farinha de castanha de caju é rica em magnésio e zinco, além de diversas outras substâncias que boas para a saúde. Também é capaz de controlar o colesterol.

Outras farinhas low carb e sem glúten que podem substituir o trigo no pão são as farinhas de nozes, amendoim, coco e semente de abóbora. Além de alternativas deliciosas, são todas muito saudáveis e seguras para celíacos, só pontos positivos.


Atenção: os resultados divulgados no blog Comida Boa podem variar de pessoa para pessoa. É imprescindível consultar seu médico ou nutricionista antes de iniciar uma dieta. Cuide bem da sua saúde!

Este artigo foi escrito com auxílio da nutricionista e criadora da Comida Boa, Bia Nunes.

Ficou com alguma dúvida? Conta para gente nos comentários!

Como planejar uma dieta de sucesso

Confira as dicas para criar metas e rotinas e organizar de vez sua alimentação para começar uma dieta low carb.

Toda dieta exige uma mudança de hábitos que exige disciplina. Para facilitar nossas vidas e aumentar as chances de sucesso do nosso esforço, o ideal é fazer um planejamento. Confira as dicas que separamos para você.

Leia também: Como começar a dieta low carb: guia completo

Converse com um profissional

A ajuda de um especialista é essencial. Por isso, o primeiro passo é procurar a ajuda de um nutricionista. Você e o profissional vão elaborar um plano alimentar de acordo com a sua sua saúde. Lembre-se: ter um corpo saudável é o principal objetivo da dieta.

(mais…)

Dieta low carb é ideal para o projeto verão

Para quem quer aproveitar o verão com a barriga sequinha, separamos algumas dicas para aproveitar o melhor da dieta low carb.

Ainda dá tempo perder peso para o projeto verão. Faltando pouco tempo para a estação, é necessária muita dedicação e alguns cuidados para perder peso de forma saudável.

Falaremos a seguir sobre o que você precisa ter em mente para um projeto verão de sucesso: foco, alimentação, exercícios e saúde. Boa leitura!

(mais…)

Como começar a dieta low carb: guia completo

Mulher comendo comida low carb

Guia completo e prático para iniciantes sobre a dieta low carb.

A dieta low carb (baixo carboidrato) é baseada na redução do consumo de carboidratos. Alimentos como o pão de trigo e o arroz branco dão lugar a proteínas e gorduras saudáveis que ajudam a manter a saciedade por mais tempo.

Essa dieta é conhecida por sua eficiência na perda de peso. Aliada do tratamento da diabetes tipo 2, a dieta também auxilia a reduzir inflamações do organismo e retenção de líquidos.

Confira neste guia os caminhos para iniciar a dieta, os benefícios e alimentos permitidos e proibidos.

(mais…)

Low carb e diabetes: conheça os benefícios da dieta

Veja porque a dieta low carb é indicada na prevenção e no tratamento do diabetes e de doenças relacionadas.

Entre 2007 e 2017 o número de brasileiros diagnosticados com diabetes cresceu 61,8%, segundo a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel). No total, 6,9% dos brasileiros vivem com a doença.

(mais…)

Low carb para pessoas sem tempo

Mulher comendo sopa

Economize tempo com um plano alimentar e mantenha o ritmo da sua dieta de baixo carboidrato.

Cada vez mais pessoas seguem a low carb, uma dieta focada em alimentos de baixo índice glicêmico. Quem decide seguir o estilo de vida mais saudável que a dieta proporciona deve eliminar açúcares e  alimentos com glúten, como farinha de trigo e legumes com alto índice de carboidrato.

Veja também: O que é Low Carb? (dieta de baixa caloria)

A correria do dia a dia não facilita. Refeições saudáveis demandam tempo de preparo e precisam ser saborosas para nos motivar a continuar a dieta.

Também precisamos garantir que em nossa dieta diária estamos consumindo os nutrientes necessários para a saúde do nosso corpo. Não é uma tarefa fácil, mas vale a pena.

Nem sempre conseguimos preparar nossa própria comida em casa, mas existem boas soluções para manter a dieta e economizar tempo. Pensando nisso, separei algumas dicas para montar um plano alimentar saudável, econômico e com o mínimo de carboidrato na composição.

(mais…)